Outros caminhos da noname

Outros caminhos da noname

31/12/2012

250 - No ano em que o mundo ia acabar


Calendários e presságios, crentes, incrédulos, fanáticos, medos em vários registos
E... Eis que das cinzas do mundo que não acabou
mas que teimamos em matar
(re)nasce, num novo ano, a hipótese de (re)começar...
Que tal!!!...
Se o fizermos, com atitude, mais do que intenção
Feliz (re)começo para TI, para MIM, para NÒS






30/12/2012

249 - Feliz 2013


Tropeço em palavras mudas, disfarçadas de silêncios
escondidas nos labirintos da memória 
Esforço-me por aprender novas palavras
para usar como carícia, como carinhosa atenção
Feliz 2013
Que ele nos traga muitas palavras novas
e que surjam com voz e saltitem de alegria
nas bocas de todos nós


27/12/2012

248 - Momentos


Há momentos em que reciclo a minha coragem
não confiro a temperatura da água e mergulho inteira
descobrindo que sei nadar



22/12/2012

246 - Sonho


Enquanto existir
um louco
um poeta 
e um amante
haverá amor
sonho 
e fantasia


21/12/2012

245 - Vida


Espalha
levezas e doçuras
desata os nós que o passado deixou 
e... flutua

15/12/2012

243 - Vida


Por vezes curvo-me à vida... 
Ou curva-me ela
quando me deixa de coração vazio
num silêncio sombrio
onde o espaço das emoções
fica preenchido
por tristezas, cicatrizes na alma, desilusões



12/12/2012

242 - Amor é...


Amor é... 4 Letras, 2 Vogais, 2 Consoantes e 2 Idiotas.



241 - Fernando Pessoa


Tenho tanto sentimento 
Que é frequente persuadir-me 
De que sou sentimental, 
Mas reconheço, ao medir-me, 
Que tudo isso é pensamento, 
Que não senti afinal. 

Temos, todos que vivemos, 
Uma vida que é vivida 
E outra vida que é pensada, 
E a única vida que temos 
É essa que é dividida 
Entre a verdadeira e a errada. 

Qual porém é a verdadeira 
E qual errada, ninguém 
Nos saberá explicar; 
E vivemos de maneira 
Que a vida que a gente tem 
É a que tem que pensar. 


Fernando Pessoa, in "Cancioneiro" 


04/12/2012

02/12/2012

238 - Dias de Sol


Existem sonhos em que acredito quando acordo
trago o deslumbramento dos dias de sol no olhar


29/11/2012

26/11/2012

236 - Gelo


Esse gelo, de que matéria é feito?
quebra, derrete, arde no chão
na tua boca e no meu peito


235 - Ontem e Hoje


Se ontem eu era inteligente e queria mudar o mundo
Hoje sabiamente, só quero mudar a mim mesma


19/11/2012

234 - África4


Bebo kissângua...
e cheira-me a frutas maduras:
mangas goiabas
abacaxis pitangas
perfumes escondidos
enchendo quindas de quitandeiras
apregoando.

Bebo kissângua...
e cheira-me a Luanda!

Namibiano Ferreira


15/11/2012

232 - IMaButterfly


Palavra veio
pousou de mansinho
não quis repousar
seguiu caminho
virou borboleta
em outro lugar

Úrsula Avner


14/11/2012

231 - África3


Os nossos filhos
Negra
hão-de trazer as ambições estampadas
nos olhos claros.

Os nossos filhos
Negra
hão-de trazer a vida à flor da pele escura.

Ernesto Lara Filho

13/11/2012

230 - África2


Quentes dunas que teu corpo insinua
Debaixo dos véus, marcando-te nua
Bailarina infiel sigo teus passos
Deserto amplo de suaves traços.

Corpo dourado que num virgem lago
Abre-se com fogo procurando brisa
No frio da noite abraça-me vencida
Pequeno oásis de amor e vida.

William José Carlos Marmonti

229 - Africa 1


África

Sou mais forte que o silêncio dos muxitos
Mas sou igual ao silêncio dos muxitos
Nas noites de luar e sem trovões.

Tenho o segredo dos capinzais
soltando ais
ao fogo das queimadas de setembro
tenho a carícia das folhas novas
cantando novas
que antecedem as chuvadas
tenho a sede das plantas e dos rios
quando frios
crestam o ramos das mulembas....
e quando chega o canto das perdizes
E nas anharas revive a terra em cor
Sinto em cada flor
Nos seus matizes
Que és tudo o que a vida me ofereceu.

Costa Andrade
(Poeta angolano)

11/11/2012

228 - Amarras


Um dia... Chega o momento de soltar amarras
e mostrar que caminhar certo 
a par ou sozinho
é caminhar com as próprias pernas


227 - Toco


Toco a respiração da pele


10/11/2012

226 Porque será


Será que estou aqui por mim ou por impulso?
Ou estarei eu a vaguear sem saber para onde ir?


09/11/2012

225 - Sou


Quando NÓS se lê SOU
ter-se-á encontrado o caminho 
para percorrer a dois


224 - Da importância


Ontem perguntaram-me: O que é mais importante, amar ou ser amado?
Hoje eu pergunto: O que é mais importante para o passarinho
a asa esquerda ou a direita?


223 - Nas nuvens


Fazemos acordados o que fazemos nos sonhos
primeiro inventámos e imaginámos... E logo de seguida esquecemos


07/11/2012

221 - Noite


Aqui, no meu quarto
enrosco-me nas palavras que vou escrevendo
enquanto lá fora chove, se faz sentir o frio
Adormeço, sonho. E o dia amanhece calmo


06/11/2012

220 - Já a fez...


Hummm já a fez ou tá pá fazer...
Esta cara de safadita? Não, não é minha
mas bem podia ser, depois de já a ter feito... ehehehehe


04/11/2012

217 - Virtualidades


Neste mundo virtual
Toco-te sem te tocar... Olho-te sem olhar...
Beijo-te sem te beijar... Sinto-te sem te sentir...
Fecho os olhos
E agora sim... Vejo-te com um sorriso no rosto
Gosto de te gostar

216 - Maresia


Desce comigo...


03/11/2012

215 - Aviso à navegação


Isto é o que eu faço a quem passa por aqui e não deixa comentário
ahahahahahahah
Brincadeira!!!!!


214 - poo pooo beee dooo


I wanna be loved by you
paah-deeedle-eedeedle-eedeedle-eedum,
poo pooo beee dooo!

27/10/2012

210 - Hora de Inverno


Hoje venho trazer-te um mimo especial
Uma hora mais para dormir
Não esqueças, às 2H muda a hora do teu relógio para a 1H






24/10/2012

20/10/2012

206 - Dancemos


Dancemos sob a luz de uma lua cheia
no brilho cintilante das estrelas
ou no calor ardente do sol nascente


205 - Não sei quem sou


Um dia, beijei uma palavra. Apaixonei-me
Vestida de mim tornei-me nela
Agora, não sei quem sou, somente que tenho significado




18/10/2012

204 - Omar Khayyam


Quando eu não mais viver, não haverá mais rosas
nem lábios vermelhos, nem vinhos perfumados
não haverá auroras, nem 
crepúsculos
nem amores, nem penas
o Universo terá acabado

pois ele existe em função do meu pensamento
(Omar Khayyam)



12/10/2012

202 - Distância? naaaaaaaa


  
Porque hoje é um qualquer dia feira
porque não tinha mais o que fazer... blá blá blá...
Tábem... eu confesso! e porque gosto de TU


10/10/2012

201 - Omar Khayyām


Além da Terra, pelo Infinito 
procurei, em vão, o Céu e o Inferno
Depois uma voz me disse
Céu e Inferno estão em ti
(Omar Khayyām)